Museu de Pérgamo: 3 Museus em 1

Olá, divas!  A dica da semana da eurotrip é um dos cinco museus na famosa Ilha dos Museus, em Berlim, Alemanha. O Museu de Pérgamo (Pergamon Museum) é uma das atrações mais populares em Berlim, mundialmente famosa por seu magnífico acervo arqueológico. É sensacional, reserve no mínimo, duas horas para conhecer esse museu.

O seu projeto foi desenhado por Alfred Messel e Ludwig Hoffmen, que se inspiraram no Altar de Pérgamo. A sua construção demorou cerca de vinte anos, com início em 1910, terminando em 1930. Reserve no mínimo, duas horas do seu tempo para visitar o museu, pois ele é enorme, tem um acervo riquíssimo com muitas peças expostas e você pode solicitar um áudio guia – disponível em vários idiomas – sem acréscimo.

Atualmente, este magnífico museu está organizado em 3 partes:

1- Coleção de Antiguidades Clássicas

Coleção da antiguidade grega e romana, onde destacam-se o fabuloso Altar de Pérgamo e as Portas do Mercado de Mileto.

O Altar de Pérgamo (do século 2 a.C.) é considerada uma obra-prima helenística, tem um friso que representa uma batalha entre os Deuses e os Gigantes, mas não consegui conferir essa estrutura (de 35,64 metros de largura e 33,4 metros de profundidade), pois parte do museu está fechada para reforma e ampliação. A principal obra, que dá nome ao museu, não está acessível. A previsão é que o Altar do Pérgamo seja reaberto em 2019 e todas as outras partes do museu não foram impactadas.

A Porta do Mercado de Mileto é um grande monumento de mármore, um importante exemplo de arquitetura romana do século 2 com cerca de 30 metros de largura, 16 metros de altura e 5 metros de profundidade. A estrutura de dois andares tem três portas e uma série de projeções e nichos, ornamentados com touros e relevos de flores. O portão não é inteiramente original, pois a estrutura foi destruída por um terremoto (no século 10 ou 11), depois escavada e reconstruída com um significativo material novo.

Porta do Mercado de Mileto

Porta do Mercado de Mileto

Porta do Mercado de Mileto

wp-image-976763103jpg.jpg

Porta do Mercado de Mileto

Porta do Mercado de Mileto

20160817_232152

Relief Fragment of a Coffered Ceiling Slab – Marble (200 d.C.)

20160817_232026


2 – Museu do Antigo Oriente Médio

Esse museu abriga tesouros  da Babilônia, Suméria e Assíria e está entre as melhores coleções do mundo de antiguidades dessa região. É possível admirar a imponente Porta de Ishtar do século 6 a.C. (com 14 metros de altura e 30 metros de largura), um dos portões que dava acesso à cidade da Babilônia, decorada com dragões, touros e leões, símbolos dos principais deuses da antiga Babilônia.

Porta de Ishtar

Porta de Ishtar

Porta de Ishtar

Porta de Ishtar

O caminho que levava até à Porta de Ishtar chamava-se Via Processional e também foi reconstruído no museu.

20160817_222944

Via Processional

20160817_223038

Maquete da Torre de Babel

20160817_223123

Maquete da Torre de Babel

É possível conferir a fachada do salão do trono do rei Nabucodonosor, um palácio Neo-assírio (século 12 a.C.) reconstruído e artefatos dos primórdios da palavra escrita.

20160817_222511

Inner Gate of the Citadel of Sam’al/Zincirli in Turkey (erigido e reconstruído entre os séculos 10 e 8 a.C.)

20160817_232251

Palace Relief – Nineveh Alabaster (704-689 a.C.)

20160817_232343

Waterbasin – Ashur Basalt (704-681 a.C.)

20160817_232418

Waterbasin – Ashur Basalt (704-681 a.C.)

20160817_232532


3 – Museu de Arte Islâmica

Além de obras de arte islâmica dos séculos 8 ao 19, que vão desde Espanha à Índia, a principal atração é a Fachada Mshatta, que se origina a partir de um palácio deserto islâmico inacabado localizada ao sul de Amã, na atual Jordânia. Foi um presente do sultão otomano Abdul Hamid II ao Imperador Wilhelm II da Alemanha. Partes da porção oriental da fachada e as ruínas da estrutura, permanecem na Jordânia.

Desde 2008, essa parte do Museu de Pérgamo expõe uma das mais importantes coleções privadas do pós-guerra da arte islâmica, que abrange todo o mundo islâmico, desde os tempos medievais até o século XVIII. A coleção inclui tapetes, tecidos, manuscritos iluminados, encadernações, cerâmicas e objetos de composição variadas.

A Fachada de Mshatta é feita de pedra (com 45 metros) e decorada com relevos singulares, cada flor nessa fachada é única, tornando todos os desenhos, distintos.

A Fachada de Mshatta é feita de pedra (com 45 metros) e decorada com relevos singulares, cada flor nessa fachada é única, tornando todos os desenhos, distintos.

20160818_003442.png

20160818_003237.png

20160817_223205

20160502_173851

20160818_035555

20160818_035649

Mihrab, nicho semi-circular de mesquita, que aponta a direção da cidade de Meca

Mihrab, nicho semi-circular de mesquita, que aponta a direção da cidade de Meca

Mihrab, nicho semi-circular de mesquita, que aponta a direção da cidade de Meca

Preço: o ingresso para o museu custa 12 euros (entrada inteira) por pessoa, mas você pode comprar um cartão que custa 24 euros e permite que você acesse gratuitamente outros museus e exposições, inclusive os outros museus da Ilha dos Museus, por três dias.

Eu optei por esse cartão e o comprei na bilheteria da Ilha dos Museus.


Endereço: Bodestraße 1-3, 10178 Berlim, Alemanha
Atrações Próximas: Altes Museum, Neues Museum, Alte Nationalgalerie, Bode Museum e Catedral de Berlim

Horário de funcionamento: Sexta à quarta, das 10:00 às 18:00 hs e nas quintas-feiras, fica aberto até às 20:00 hs


Beijos e obrigada pela visita!

Confiram mais fotos da eurotrip no instagram @divasquetrabalham

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s